• 1.png
  • 3.png
  • 4.png
  • 5.png
  • 6.png
  • 7.png
  • 8.png
  • pe2.png



Equipe Diocese São Luíz


Pe. José da Silva Filho




Ordena??o Diaconal: 1992-07-08
Ordena??o Sacerdotal: 1992-12-12
E-Mail:
Idade:57anos
Endereço:
Telefone:
Paróquia: Paróquia Nossa Senhora da Penha - Salto do Céu





BIOGRAFIA



Em busca de melhores condições de vida a minha família migrou de Minas Gerais para o Mato Grosso na década de sessenta. Saíram do interior do Estado de um município chamado Galileia para o município de Jauru – MT, onde residem até os dias de hoje. Somos nove irmãos dos quais sou o 1°. Desses, três nasceram em Minas Gerais e seis em Jauru – MT.



Nasci no dia 28 de Janeiro de 1962, sendo filho de Raimundo Leonel da Silva e de Alvina Luciana Pereira da Silva. Minha ordenação presbiteral aconteceu 30 anos depois, no dia 12 de dezembro de 1992, na paróquia Nossa Senhora do Pilar, em Jauru - MT.



Minha família sempre foi bastante católica, o que me permitiu um envolvimento direto na vida da Igreja. Com o tempo isto foi despertando em mim o desejo da vida presbiteral. No ano de 1981 eu ingressei no seminário menor em Jauru – MT, onde iniciei minha experiência vocacional junto a mais 14 jovens, orientados pelos  Pe. Armando Cavallo e Pe. Nazareno Lanciotti, ambos missionários italianos a serviço da Igreja em Mato Grosso. Tive também a presença do Monsenhor Ermínio Celso Duca, até hoje pároco em Araputanga.



Concluindo o 2° grau, fomos enviados para Apucarana no Paraná, onde cursei a Filosofia e, em seguida, em Campo Grande para o curso de Teologia, onde conclui os estudos. Para a minha ordenação presbiteral escolhi o Lema. “Sei em quem coloquei a minha fé”.



Olhando as narrativas Bíblicas compreendo que a vocação é um Chamado de Deus ao ser humano; Ele confia a cada um de nós uma missão. É desta confiança que Deus deposita em nós, que brota uma resposta generosa e confiante que vai amadurecendo e se consolidando numa entrega total e corajosa da própria vida.



A resposta vai acontecendo no seguimento de Jesus Cristo.



Ser discípulo é antes de tudo crer em Cristo e confiar a Ele toda a nossa Missão de servidores do Reino de Deus. A luz da Palavra de Deus (sagradas Escrituras), sobre o chamado e as respostas que deram tantas pessoas, para seguir o mestre Jesus, é o que me motiva na minha vocação e missão. Todos os que se colocaram no seguimento de Jesus não ficaram sem resposta ou sem amparo em sua caminhada. Todos nós sabemos que a missão que recebemos exige, a cada dia, uma grande experiência de Deus. Sem o verdadeiro conhecimento de Deus e sem experimentá-lo torna-se impossível falar Dele e Testemunhá-lo ao povo. Desejo que, o meu testemunho possa convencer as pessoas a confiar e seguir o projeto do Pai.



Como espiritualidade sabemos que é preciso viver uma relação vital com o Espirito de Deus, e isto é possível quando experimentamos Deus como fonte de vida em cada experiência humana. Então, a partir dessa intimidade com o senhor, vamos fortalecendo nossa fé e tendo a força interior que precisamos para cumprir bem nossa missão.



Faço minhas as palavras do Apostolo Paulo a II Tim Cap. 1,12.. “Sei em quem coloquei a minha confiança”. Estas palavras estão me ajudando a perseverar no caminho de Jesus por todos os lugares onde andei. Neste mais de 20 anos de presbítero servi a várias cidades como: Cáceres, São José dos Quatro Marcos, Nossa Senhora do Livramento, Barra do Bugres e, ultimamente, Salto de Céu.



 Hoje nos trabalhos pastorais que sou convidado a realizar e nas mais diferentes realidades,  preciso de uma verdadeira comunhão com o Senhor Jesus Cristo, e esta não se dá, a não ser por meio de oração. Só reza de verdade quem confia no Senhor. Se não existir confiança plena nele e nem comunhão pela oração, tudo o que falamos de Deus é mera teoria. Por isso, procuro manter-me unido a Ele e confiante através da oração constante; só assim posso realizar um verdadeiro trabalho pastoral a serviço do Povo de Deus a mim confiado.