• 1.png
  • 3.png
  • 4.png
  • 5.png
  • 6.png
  • 7.png
  • 8.png
  • pe2.png



Paróquias Diocese São Luis

Paróquia São Roque - Rio Branco


CNPJ: 03.192.499/001-46

Data da Fundação: 1981-10-12

Endereço: Av. Sete de Setembro, 99 Cx. Postal 42 - Rio Branco/MT - 78.275-000

Telefone: (65) 3257-1104

Email: riobranco@diocesedecaceres.com.br



SINOPSE HISTÓRICA DA PARÓQUIA SÃO ROQUE RIO BRANCO – MATO GROSSO
(Elaborado com a colaboração e dedicação dos paroquianos)

O atual município de Rio Branco tem sua origem na antiga colônia Estadual de Rio Branco criada pelo decreto lei nº 1598 de 22 de maio de 1953.
O povo que aqui chegou era oriundo dos Estados de Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás e outros, atraídos pelas terras propícias à agricultura onde foram se aglomerando e formando um povoado que, professando a fé católica, sentiu-se a necessidade de construir uma igreja templo.
Por volta de 1964, uma comissão de pessoas líderes, conseguiu o terreno doado pelo senhor Pedro Inocêncio de Araújo, onde foi erguido um cruzeiro e neste local rezava o terço, novenas, etc. Neste mesmo ano, D. Máximo Biennés e Pe. Amadeu Taurines, determinaram o lugar da construção da igreja. Padre Amadeu vinha de 3 em 3 meses e debaixo de uma árvore celebrava Santa Missa e ministrava os sacramentos. Em 1965, já construída a pequena capela, foi ofertada a imagem de São Roque, que tornou-se o padroeiro da colônia e posteriormente do município e Paróquia.
Em 1968, imigraram pessoas da Diocese de São Mateus Espírito Santo, trazendo exemplares do roteiro do culto dominical, o qual foi usado por muito tempo. Em 1970, iniciou-se o trabalho das CEBs, Comunidades Eclesiais de Base, com o curso ministerial realizado em Cáceres, e coordenado por D. Máximo e o Pe. Amadeu. Nesta circunstância, foi organizado o Apostolado da Oração e a Catequese.
Em 1972, Pe. Amadeu, trouxe de Minas Gerais, um exemplar do Roteiro de Reflexão do movimento da Boa Nova e pediu que fosse estudado. Deu-se então a implantação do Movimento da Boa Nova que sempre foi orientado pelo teólogo leigo João Rezende, que até hoje anualmente realiza formação para os mensageiros engajados no movimento.
Em 1973, deu-se início a construção de uma nova igreja de São Roque em meio a muitas dificuldades. Sendo que um temporal chegou a derrubar algumas paredes que já estavam quase prontas.
Em 1974, chegaram as leigas da CCMI – Comunidade de Consagradas a Missão na Igreja –, Marta Maria da Silva, Alcina Martins de Camargo, Estela Lopes Filha, Dra. Eliane nascimento, Margarida, Nilza e outras, realizando muitos trabalhos comunitários, catequese, liturgia e preparação para os sacramentos da iniciação cristã. Permaneceram na Paróquia até o ano de 1993.
No dia 14 de setembro de 1975, foi nomeado vigário de Rio Branco o Pe. Fritz Feger. Em 7 de julho de 1976 foi inaugurado um pequeno centro comunitário.
Em 1977, D. Máximo assumiu por vários meses o trabalho pastoral deste setor. Em julho deste mesmo ano chega, em Rio Branco, o Pe. Teodoro Marie Briend.
Aos 31 de maio 1981, foi criada a paróquia São Roque, o ato tornou-se público no mesmo dia numa celebração Eucarística presidida por D. Máximo Biennés dando posse como pároco o Pe. Teodoro Marie Briend.
Em 1993, foi criada a APROHBON – Associação de Promoção Humana da Boa Nova. Por volta dos anos de 1981 e 1982 foi Construída a quadra da igreja São Roque por Pe. Teodoro e D. Máximo, com o dinheiro doado da França.
A paróquia São Roque tem marcado presença em vários encontros inter-Eclesial das CEBs.
Em 1983, chega à Paróquia São Roque, o Pe. Francisco Paulo Aguece, que com muito carinho continua os trabalhos paroquiais, reorganiza o movimento de cursilhos, institui alguns ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística e organiza a Pastoral do Dízimo. Em 23 de Dezembro de 1989, durante a Celebração Eucarística, foi ordenado Presbítero, Isidoro Salomão, pela imposição das mãos do Bispo Diocesano Dom Máximo Biennés. O Pe. Isidoro nasceu em Rio Branco, é filho de Agostinho Salomão e Luzia da Vitória Salomão. Nesta mesma celebração tomou posse como pároco Pe. João Aparecido Dias que continuou os trabalhos pastorais e iniciou a Pastoral da Criança. Pe. João permaneceu na paróquia até o ano de 1995. Após a saída de Pe. João, por um período de quatro meses, a paróquia ficou sem padre e foi assistida por Frei João que vinha de Cáceres para ministrar os sacramentos do batismo e do matrimônio e orientava os trabalhos pastorais e administrativos.
No dia 5 do Mês de março de 1996, chega em rio Branco, o Pe. José Maria Basílio, que deu grande impulso aos trabalhos pastorais da paróquia. Ele permaneceu em Rio Branco por dez meses. Durante este tempo organizou e motivou a instituição do ministério de coroinhas.
Em 18 de janeiro de 1997, tomou posse na paróquia São Roque o Pe. Vylson Barbosa da Silva que deu continuidade aos trabalhos pastorais. Organizou a Pastoral Familiar que com dedicação busca apoio de alguns casais que vieram de Manaus, que muito contribuíram com a Pastoral Familiar. Na Assembléia Paroquial, nos dias 16 e 17 de outubro de 1999, com a autorização e apoio do Pe. Vylson, iniciou o movimento da Renovação Carismática Católica – RCC -, na Paróquia São Roque.
Em 8 de março de 2003 chega em Rio Branco o Pe. Pedro Antônio de Souza, que tomou posse como pároco no dia 5 de julho, numa Assembléia Paroquial com a presença de Dom José Vieira de Lima. Junto aos leigos e coordenações das comunidades deu seguimento aos trabalhos já existentes criando o CPP –Conselho Paroquial Pastoral.
Aos 5 de fevereiro de 2005, chega o diácono Aguinaldo José do Carmo, que veio contribuir com o PE. Pedro, exercendo sua diaconia e realizando um grande trabalho de pastoral em todas as comunidades, dando novo impulso nas celebrações litúrgicas, reanimando e organizando as equipes de Celebrações e Pastoral Litúrgica.
No dia 9 de julho de 2005, o diácono Edinaldo Silva Rosa, que nasceu em Rio Branco, filho de José Amâncio Rosa e Euri Rodrigues Rosa, foi ordenado presbítero pela imposição das mãos de Dom José Vieira de Lima. Esta celebração foi preparada pelo diácono Aguinaldo José do Carmo e equipe Litúrgica Paroquial, onde contou com a presença de muitos sacerdotes e de todas as comunidades paróquial. No dia 16 de julho em Jauru foi ordenado presbítero, o diácono Aguinaldo José do Carmo, que retornou à paróquia São Roque como vigário paroquial e no dia 23 de março de 2006 tomou posse como pároco, sendo que o Pe. Pedro no mesmo dia foi transferido para a Neo-Paróquia Nossa Senhora de Fátima Porto Esperidião, tomando posse no dia 25 de março de 2006, onde estiveram presentes várias pessoas da paróquia São Roque.
Nestes quatro anos de seu ministério sacerdotal, o Pe. Aguinaldo, deu continuidade aos trabalhos pastorais paroquiais e com as CEB’s. Organizou a Pastoral da Esperança, Pastoral da Sobriedade, Pastoral da AID’s e “o grupo dos pais, amigos e familiares das pessoas com deficiência”. Vem organizando com dedicação a estrutura econômica da paróquia com o CAE – Conselho para Assuntos Econômicos -, e movimentando campanhas em prol da construção da nova igreja matriz, visto que a anterior foi demolida no mês de setembro de 2008.
Mensalmente realiza-se a reunião do CPP, onde são convidados a participarem as coordenações paroquiais das Pastorais e Movimentos e das Comunidades Eclesiais.
Outra grande conquista é a legalização da Rádio Comunitária com documento de outorga do magistério das comunicações expedido em 5 de novembro de 2008, onde há mais de dez anos a paróquia São Roque e suas lideranças se organizou com outras instituições para requerer a outorga.
Em Julho de 2007 começamos refletindo e montando projetos de reforma da Igreja Matriz ou Construção de uma nova Igreja Matriz. Depois de certo amadurecimento, junto ao CAE e CPP, criou-se uma equipe responsável pela construção. Com o consentimento da maioria dos fiéis da Igreja Matriz e das outras comunidades, junto com o Pe. Aguinaldo José do Carmo, e com o consentimento do Bispo Diocesano Dom José Vieira de Lima, Começou-se a Demolição da antiga Igreja Matriz São Roque no dia 03 de Setembro de 2008. Já em fase de acabamentos, agradecemos a Deus pelo sustento na caminhada; agradecemos à todos os Fiéis paroquianos pela dedicação e amor na participação e doação em prol da Construção da nova Igreja Matriz São Roque (CISR).
A paróquia São Roque sempre marcou presença nas assembléias Diocesanas de Pastorais e movimentos em Cáceres.
Hoje, a paróquia São Roque abrange os municípios de Rio Branco-MT, Lambari D’Oeste-MT e parte de Curvelândia-MT. Está organizada da seguinte maneira: 4 comunidades urbanas, 6 comunidades em vilas, 21comunidades rurais, 4 movimentos, 11 pastorais, 6 serviços e ministérios, o CPP (Conselho Paroquial de Pastoral) e CAE (Conselho para Assuntos Econômicos). As 31 comunidades estão organizadas em 6 Setores Pastorais.


RELAÇÃO DAS COMUNIDADES DA PARÓQUIA SÃO ROQUE

SETOR SÃO ROQUE
1. MATRIZ – SÃO ROQUE – RIO BRANCO-MT
2. NOSSA SENHORA DE FÁTIMA – BAIRRO FIDELÂNDIA – RIO BRANCO-MT
3. NOSSA SENHORA APARECIDA – BAIRRO VILA MARIA – RIO BRANCO-MT
4. SÃO PEDRO - CORREGO DAS PEDRAS - RIO BRANCO-MT

SETOR NOSSA SENHORA DE GUARDALUPE
1. SANTA LUZIA – FORTUNA – RIO BRANCO-MT
2. SANTA MARIA MADALENA – CÓRREGO DA AMIZADE – RIO BRANCO-MT
3. NOSSA SENHORA APARECIDA – BAIXO ALEGRE E PITO – RIO BRANCO-MT
4. SÃO SEBASTIÃO E SANTA LUZIA – PANORAMA – RIO BRANCO-MT
5. NOSSA SENHORA DE GUARDALUPE – ASSENTAMENTO CECÍLIA ANTUNES – RIO BRANCO-MT

SETOR NOSSA SENHORA DA SAÚDE
1. NOSSA SENHORA APARECIDA - TERCEIRA SEÇÃO – RIO BRANCO-MT
2. NOSSA SENHORA DA SAÚDE – RONCADOR – RIO BRANCO-MT
3. FREI GALVÃO – ASSENTAMENTO MORADA DO VALE – RIO BRANCO - MT
4. TEMOS O ASSEMTAMENTO PINGO DE OURO EM FASE DE ORGANIZAÇÃO DA COMUNIDADE ECLESIAL.

SETOR SÃO JOSÉ OPERÁRIO
1. SÃO JOSÉ OPERÁRIO – MATRIZ CENTRO - LAMBARÍ D’OESTE-MT
2. SÃO PEDRO – CIDROLANDIA - LAMBARÍ D’OESTE-MT
3. NOSSA SENHORA RAINHA DA PAZ – VILA COOPERB (UZINA) - LAMBARÍ D’OESTE-MT
4. NOSSA SENHORA APARECIDA – OLARIA - LAMBARÍ D’OESTE-MT

SETOR SÃO JOSÉ ESPOSO DE MARIA
1. NOSSA SENHORA DE FÁTIMA – BOA UNIÃO - LAMBARÍ D’OESTE-MT
2. NOSSA SENHORA APARECIDA – AGUAS CLARAS - LAMBARÍ D’OESTE-MT
3. SÃO JOSÉ ESPOSO DE MARIA – NOVO SÃO JOSÉ - LAMBARÍ D’OESTE-MT
4. SÃO JOSÉ OPERÁRIO - SÃO JOSÉ DO PINGADOR - LAMBARÍ D’OESTE-MT
5. SANTA LUZIA – SARIZAL - LAMBARÍ D’OESTE-MT
6. SANTA MARIA GORETH – LAGINHA - LAMBARÍ D’OESTE-MT
7. SÃO FRANCISCO – CANAÃ - LAMBARÍ D’OESTE-MT

SETOR SANTA TEREZINHA DO MENINO JESUS
1. SANTA TEREZINHA – PLAQUELANDIA – CURVELÂNDIA-MT
2. NOSA SENHORA APARECIDA – VILA CABAÇAL – CURVELÂNDIA-MT
3. NOSSA SENHORA APARECIDA – SÃO SATURNINO – CURVELÂNDIA-MT
4. NOSSA SENHORA APARECIDA – NOVO PANORAMA – CURVELÂNDIA-MT
5. SANTA LUZIA – SANTA LUZIA – CURVELÂNDIA-MT
6. SÃO JOÃO BATISTA - FAZENDA PORTO DO CAMPO – LAMBARÍ PASSANDO PELAS ESTRADAS EM CURVELÂNDIA-MT
7. NOSSA SENHORA APARECIDA – FLOR DA MATA - CÁCERES-MT (PASSANDO DE BARCO PELO RIO SEPUTULBA)

 

RELAÇÃO DAS PASTORAIS E MOVIMENTOS ORGANIZADOS NA PARÓQUIA SÃO ROQUE

MOVIMENTOS:
1. APOSTOLADO DA ORAÇÃO = AO
2. MOVIMENTO DE CURSILHOS DE CRISTANDADE – MCC
3. MOVIMENTO DA BOA NOVA = MBN
4. RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA = RCC

SERVIÇOS E MINISTÉRIOS:
5. GRUPO DOS PAIS E AMIGOS E FAMILIARES DAS PESSOAS COM DEFICIENTES
6. SERVIÇO DE ANIMAÇÃO VOCACIONAL = SAV
7. MINISTÉRIO DE COROINHAS = MC
8. MINISTÉRIO DE MÚSICAS = MM
9. MINISTÉRIO EXTRAORDINÁRIOS DA COMUNHÃO EUCARÍSTICA = MECE
10. MINISTÉRIO JOVEM DA RCC = RCC

PASTORAIS:
11. PASTORAL CATEQUÉTICA = PC
12. PASTORAL DA JUVENTUDE = PJ
13. PASTORAL FAMILIAR = PF
14. PASTORAL DA CRIANÇA = PCÇA
15. PASTORAL DA ESPERANÇA = PE
16. PASTORAL DA AID’s = PAID
17. PASTORAL CARCERÁRIA (MINISTÉRIO DE PROMOÇÃO HUMANA – RCC) = RCC
18. PASTORAL DA SOBRIEDADE = PS
19. PASTORAL DO BATISMO = PB
20. PASTORAL LITÚRGICA = PL
21. PASTORAL DO DÍZIMO = PD

22. CONSELHO PARA ASSUNTOS ECONOMICOS = CAE
23. CONSELHO PAROQUIAL DE PASTORAL = CPP


CONSELHOS PÚBLICOS, COMUNITÁRIOS E SOCIAIS EM QUE PARTICIPAMOS

24. CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
25. CONSELHO MUNICIPAL DA SECRETARIA DE SAÚDE
26. CONSELHO MUNICIPAL DO MENOR E ADOLESCENTE
27. INSPETORIA DO MENOR (FORUM)
28. CONSELHO DA COMUNIDADE (FORUM)
29. CONSELHO MUNICIPAL DE SEGURANÇA PÚBLICA
30. CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DOS IDOSOS
31. CONSELHO DO TURISMO E DESENVOLVIMENTO E DEFESA DO MEIO AMBIENTE
32. CONSELHO TUTELAR

 

 

Clique aqui e acesse site da Paroquia São Roque