• 1.png
  • 3.png
  • 4.png
  • 5.png
  • 6.png
  • 7.png
  • 8.png
  • pe2.png



Paróquias Diocese São Luis

Paróquia Nossa Senhora da Penha - Salto do Céu


CNPJ: 03.192.499/0014-99

Data da Fundação: 1985-06-29

Endereço: Av. Mato Grosso, 1 Cx. Postal 28 - Salto do Céu/MT - 78.270-000

Telefone: (65) 3233-1166

Email: saltodoceu@diocesedecaceres.com.br




    Desde o início da colônia de Salto do Céu (1965), as famílias recém chegadas já se reuniam para rezar o Terço e manter firme a fé e suas tradições religiosas. A maioria das famílias, que moravam nesta região, vieram do Estado do Espírito Santo e Minas Gerais. Na época da colonização, pertencia ao Setor Pastoral do Rio Branco.
    Como foi crescendo o número de participantes da oração do Terço, que acontecia nas casas das famílias ou no galpão da administração da colônia, logo decidiram construir uma capela. A primeira capela foi construída em mutirão. Era de adobe, madeira lavrada no machado e coberta de tabuinhas. O piso era de chão.
    Em 1967, chegou, à colônia de Salto do Céu, o Sr. Aristóteles de Almeida com sua família, vindos do Estado do Espírito Santo. Eram devotos de Nossa Senhora da Penha e, como a comunidade não tinha nenhuma imagem, nem padroeiro, foi-lhe oferecida a imagem da santa para ser colocada na capela, tornando assim a Comunidade Nossa Senhora da Penha e, anos mais tarde, Paróquia Nossa Senhora da Penha.
Primeira Missa e organização religiosa
    Era muito difícil alcançar Salto do Céu. Frei Amadeu rezou a primeira missa no Salto em 28 de agosto de 1965 às margens do rio. Após a missa, houve uma procissão com um cruzeiro. Foi fincado no local onde a comunidade se reunia para rezar o terço e as ladainhas. Nesta ocasião foi eleita também a coordenação da comunidade sendo o Sr. Laurides Lopes, uns dos primeiros fundadores e, ainda hoje, (2010), participante assíduo da comunidade com 81 anos de idade.
    Em 1966, com a presença de Frei Elias que substituía frei Amadeu, a comunidade decidiu iniciar a construção de sua primeira capela. No ano de 1968 D. Máximo chegou pela primeira vez a Salto do Céu, celebrou a Missa e administrou o sacramento da crisma.
    Em 1969 a comunidade recebeu a visita de frei Alain Héven acompanhado de Ir. Cláudia Maria, das Irmãs Azuis de Cáceres. Coordenaram palestras e incentivaram os grupos existentes: Catequese, Pia União de Maria, Apostolado da Oração, Liga Católica. Fundaram o grupo de Jovens JUCASA: Juventude Católica Saltense.
    Em 1971, a comunidade foi visitada por D. Máximo Biènnés, Frei Amadeu e a professora Marta Maria da Silva, e deram início aos trabalhos de conscientização evangélica da “Boa Nova”. Este movimento formou os primeiros líderes da região e produziu muitos frutos mantendo viva a fé do Povo de Deus. Foi nesta época que iniciaram e concluíram uma Igreja nova e grande, que acolheu por muitos anos a comunidade.
Padres permanentes no Salto do Céu e região
    Em 1974, Salto do Céu recebe um padre que veio morar na comunidade: Pe. Leandro. Ficou somente um ano. Em 1975, Pe. Fritz Feger assumiu as regiões do Rio Branco e Salto do Céu, sendo em seguida substituído pelo Pe. Théodore Briend, nomeado vigário, e que visitava semanalmente Salto do Céu. No dia 20 de novembro de 1982, Pe. Théodore assume como pároco agora então residente. Pe. Théodore construiu uma nova Igreja no Salto junto com um centro comunitário e a ampliação da casa paroquial.
    Em 29 de junho de 1985, foi inaugurada a nova Igreja no Salto do Céu e transformada em Matriz, com a instalação da paróquia de Nossa Senhora da Penha. Fato notório, nos anos de 1988 e 1989, é a chegada das Irmãs de Nossa Senhora do Monte Carmelo, residindo na paróquia e ajudando na catequese, liturgia e visita nas famílias.
    Pe. Théodore deixou Salto do Céu em 1990 e a paróquia passa a ser atendida então pelo Pe. João Aparecido Dias, vigário de Rio Branco. A partir de 1992, Salto do Céu recebe novo pároco: Pe. Pedro Antônio de Souza, que toma posse em missa presidida por D. Paulo de Conto, Bispo desta Diocese. Permaneceu até início do ano 2000 sendo então substituído pelo Pe. Marcos Valentin Nerone, que permaneceu até o ano de 2007.
    Aos 04 de fevereiro de 2009, a Paróquia de Salto do Céu recebe seu novo pároco: Pe. Hélio Ribeiro Melchior, por nomeação do Bispo D. Antonio Emidio Vilar.
    Atualmente a Paróquia Nossa Senhora da Penha é composta por dez comunidades: São José (Vila Progresso); N. Srª Aparecida (5ª Secção); São Francisco Assis (Rio Negro); São Geraldo (Jataí); N. Srª das Graças (Alto Alegre); São José; N. Srª Aparecida (Libertação); N. Srª Aparecida (Boa Esperança); Santa Rita de Cássia (Cristinópolis) e São Jorge.
Pastorais, Movimentos, Ministérios e Serviços existentes: Pastoral da Criança; Pastoral Familiar; Juventude; Catequese; Apostolado da Oração; Vicentinos; Boa Nova; Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística, da Palavra e da Esperança; Coroinhas e Ministério da Música.