• 1.png
  • 3.png
  • 4.png
  • 5.png
  • 6.png
  • 7.png
  • 8.png
  • pe2.png



Paróquias Diocese São Luis

Paróquia Cristo Trabalhador


CNPJ: 03.192.499/0019-01

Data da Fundação: 1996-01-28

Endereço: Av. Talhamares, 909 B. Santa Isabel - 78200-000 Cáceres-MT

Telefone: (65) 3223-4570

Email: cristotrabalhadorcac@diocesedecaceres.com.br



Pároco: Pe. Edson Luiz Dias Cardoso

    A história da paróquia, na cidade de Cáceres, inicia-se na década de 80, no bairro Santa Izabel. Algumas famílias, movidas pelo Espírito Santo, tomam a iniciativa de reunir-se para a oração do terço na devoção à Nossa Senhora Aparecida. Aos poucos o pequeno grupo de oração nos lares foi crescendo, atraindo e aproximando mais famílias do bairro, instituindo o sentido e o sentimento de comunidade.

    Na época Dom Máximo Biennès, bispo diocesano, preside a primeira missa com estas famílias e as declaram comunidade, tornando-se a comunidade Santa Izabel, pertencente a Paróquia São Luiz, Catedral.

    A comunidade cresceu rapidamente assim como a necessidade de providenciar um espaço físico adequado (barracão) para continuar a vida de comunidade, realizar os encontros de oração, missas, catequese, batizados, casamentos e encontros, bem como buscar a organização dos trabalhos comunitários e estruturação da comunidade.

    Neste período, além de diversos leigos que serviram a comunidade, houve uma presença maior das irmãs catequistas Ir Vani e Ir Amália. Dentre os sacerdotes que conduziram, animaram e direcionaram os trabalhos comunitários, destacam-se as presenças dos Pe. Armando, Pe. Francisco e Pe. Antenor. Em 23 de dezembro de 1989 o neo-sacerdote Pe. Isidoro Salomão é nomeado vigário da Catedral, passando a atender pastoralmente a comunidade Santa Izabel.

    No ano de 1990 inicia-se o processo de desmembramento da pertença à Paróquia São Luiz, Catedral, tendo à frente dos trabalhos o Pe. Isidoro Salomão, organizando o núcleo missionário Cristo Trabalhador em 01 de maio de 1991, formando a rede de comunidades dos bairros em torno da comunidade Santa Izabel e comunidades rurais, distribuídas entre as partes serrana e pantaneira, fazendo divisa com as paróquias de Poconé, Nossa Senhora do Livramento e Barra do Bugres. Em 27 de janeiro 1996 Dom Paulo Antônio de Conto criou a Paróquia Cristo Trabalhador com a devida definição de área e suas divisas, e nomeou em 28 de janeiro de1996 o Pe. Isidoro Salomão como pároco.

    O bispo Dom José Vieira de Lima nomeou pároco e deu posse em 03 de janeiro de 2002 ao Pe. Vylson Barbosa da Silva, dando continuidade aos trabalhos pastorais juntamente com Pe. Salomão, num forte empenho no desenvolvimento das pastorais sociais, atuando ativamente junto aos movimentos sociais, acompanhando o processo de reforma agrária na região e na organização de quatro grandes regiões de assentamentos de trabalhadores rurais. Os referidos padres permaneceram na paróquia até o final de 2008, tendo no ano seguinte, por nomeação de Dom Antônio Emídio Vilar, em 07 de fevereiro de 2009, a presença do Pe. Pedro Antônio de Souza como novo pároco num período de dois anos.

    No dia 06 de fevereiro de 2011 Dom Vilar nomeou o Pe. Marcos Antônio Pereira como pároco, tendo à frente o desafio de reestruturar a paróquia, e a inspiração da construção do Santuário Santo Antônio, desejando atender a necessidade atual de um espaço mais adequado para as celebrações e o crescimento das comunidades pertencentes à paróquia, bem como trabalhar em toda a região de Cáceres a devoção a Santo Antônio, na busca de evangelização e fortalecimento espiritual na vida de comunidade e de Igreja.

    Readequando a configuração do território paroquial, Dom Antônio Vilar, acolhe a proposta do pároco de iniciar o processo de criação da paróquia São Sebastião, passando as comunidades rurais para a nova paróquia, e oficialmente iniciando os trabalhos no dia 12 de dezembro de 2014, tendo a frente o padre Marcos Antônio Pereira como organizador e administrador da Quase Paroquia São Sebastião. Em 20 de janeiro de 2015, festa do Padroeiro São Sebastião, Dom Antônio Villar, representado pelo Vigário Geral Pe. Benedito Correia de Lima, Constitui e Decreta a Paróquia São Sebastião, dando posse ao Pe. Orlando Tito Filho como pároco, acolhendo as comunidades rurais.

    A partir de então, a Paróquia Cristo Trabalhador, em processo de organização da Paróquia e Santuário Santo Antônio, é constituída pela Matriz (1), que será o Santuário Santo Antônio, e oito comunidades urbanas, sendo: São Cristóvão (2), Nossa Senhora das Graças (3), Santíssima Trindade (4), Santo Antônio (5), São Judas Tadeu (6), Nossa Senhora do Pantanal (7), Santa Rita de Cássia (8) e Cristo Rei (9). O território paroquial faz divisas com as paróquias São Luiz de França - Catedral, Nossa Senhora Aparecida e São Sebastião. 

 

Por: Pe. Marcos Antônio Pereira