• 1.png
  • 3.png
  • 4.png
  • 5.png
  • 6.png
  • 7.png
  • 8.png
  • pe2.png



Movimento dos Cursilhos - MCC


Plano Diocesano de Pastoral 2016/2020

 

Histórico

   O primeiro Cursilho da Diocese São Luiz de Cáceres foi realizado em 1971 na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, de Poconé, graças ao empenho do Pe. Joaquim Tebar, padre espanhol que se dedicou à evangelização naquela paróquia, até o seu falecimento. Em 1979, Dom José Afonso Ribeiro, TOR, na época Bispo Auxiliar da Diocese assumiu a assessoria espiritual do Movimento que passava por sérias dificuldades. Incentivou a formação de dirigentes das paróquias, pois até então estes vinham de outras dioceses para realizar os cursilhos. Em 1980 foram realizados dois cursilhos masculinos e dois femininos, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Mirassol d‟Oeste, com a colaboração da Diocese de Rondonópolis. A partir de 1983 os Cursilhos foram realizados com dirigentes da própria Diocese.

 

   O primeiro Coordenador Diocesano do Movimento de Cursilhos de Cristandade (MCC) foi o Sr. João Mesquita dos Santos, e sucessivamente: Paulo Altair, Ademir Krugar, Jeremias Pereira Coelho, Paulo José Gonçalves, Ana Maria Maciel Antunes, Divino José da Silva, João José dos Santos, José Airton Martins e atualmente Marileusa Alves de Serqueira Oliveira. Os padres: Francisco Bernardi, Antenor Petini, João Aparecido Dias, Anselmo Mandrile, Pedro Antônio de Souza, Aguinaldo José do Carmo e no presente momento o padre José Maria Basilio, lutaram e lutam pelo Movimento como assessores eclesiásticos diocesanos. Em 1994, a diocese deixa de realizar cursilhos masculinos e femininos e realiza seu primeiro cursilho misto sob a coordenação de Santa Calvi Zanol Moreira e em 2010 realiza o primeiro cursilho para jovens, coordenado por Roberto Vitali e assim segue até os dias de hoje realizando dois cursilhos mistos de três dias por ano: um para adultos e outro para jovens.

 

   Em 2014 começou a vigorar o regimento interno devidamente aprovado em assembleia e homologado pelo senhor bispo diocesano, Dom Antonio Emídio Vilar. Neste ano foi efetivada uma antiga necessidade: a escola de formação para mensageiros para preparar melhor os cursilhistas mensageiros e responsáveis no cursilho.

 

   O movimento de Cursilhos procura estar sempre em perfeita sintonia com as orientações da Igreja, normas princípios, métodos e técnicas advindos do MCC do Brasil, a nível nacional. Está presente em diversas paróquias desta diocese e seus membros atuam nos mais diversos campos pastorais e sociais.

 

Objetivo

 

   Seu carisma é a evangelização dos ambientes. Viabilizar o encontro pessoal com Cristo, fazendo dele o alicerce da vida e da participação ativa de leigos e leigas na Igreja, despertando lideranças cristãs comprometidas com os valores do Reino e a transformação dos ambientes (familiar, profissional, social), atuando nas pastorais ambientais já existentes e comunidades de acordo com os objetivos da Pastoral de conjunto da Diocese, fermentando de evangelho os ambientes e estruturas, pela ação organizada e testemunho pessoal de seus membros, abertos a convocação para trabalho, em nível paroquial ou diocesano.

 

Linhas de Ação

 

1.  Participar do Conselho Diocesano de Pastoral, promovendo maior inserção na Pastoral de Conjunto da Diocese, em todos os níveis, buscando melhor integração com as pastorais, movimentos, organismos presentes e atuantes na Igreja Diocesana;

 

2.  Acompanhar, apoiar e colaborar com a Diocese e as paróquias na implantação da pastoral de Conjunto;

 

3. Evangelizar os mais diversos ambientes e realidades sociais;

 

4.  Enfrentar o desafio de evangelizar o mundo urbano com todas as implicações desafios da modernidade, tais como a indiferença religiosa, o individualismo, o pluralismo religioso e cultural, sem perder a sua identidade;

 

5.  Acompanhar e animar os cursilhistas para a inserção na Pastoral Ambiental (pequenas Comunidade de fé) onde deve exercer a sua missão específica de transformadores de ambientes (familiar, profissional, social, etc);

 

6. Estar sempre em sintonia com as Orientações e Diretrizes da Igreja no Brasil e no mundo;

 

7.  Formar lideranças para atuação e expansão do Movimento a nível diocesano e Paroquial;

 

8.   Trabalhar a Formação Permanente dos leigos/leigas adultos e jovens através da realização de Cursilhos, das Escolas Vivenciais, Assembleias, Ultréias e encontros.

 

9.  Zelar pela fidelidade à essência, ao conteúdo e ao método do MCC no Brasil.

 

Marileusa Alves de Serqueira Oliveira (Pe. José Maria Basílio)

Av. Sete de Setembro, 978 - Cidade Alta - Rio Branco - MT - 78275-000

Tel.: (65) 98122-6535 / (65)99929-3707

e-mail: mcc@diocesedecaceres.com.br

Artigos
Nenhum Evento Cadastrado.
Eventos
Nenhum Evento Cadastrado.
Donwloads
Nenhum Arquivo Cadastrado.